A Casa

A minha casa perfeita mora lá na minha infância…

numa gaveta desarrumada,

do armário das lembranças.

A minha casa era perfeita…

Doce ignorância,

artefato de criança,

a minha casa foi perfeita.

O tempo me fez voar

para longe desta ilusão;

e a casa,

ora perfeita,

vez ou outra me joga no chão.

Hoje eu sou a casa,

onde mora uma inquilina.

Ela quer ser bailarina

e vive, na sua casa perfeita.

Quando cairá tua ilusão

pequena dançarina?

Gostou do Conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
E-mail

Luciano Gouvea

Autor de Shekinah e Coração Tuaregue

Siga nas
redes sociais

É só digitar no formulário abaixo e pesquisar no blog

Clique na capa do livro para comprar